video

Incêndios, pragas e alterações climáticas são, para as associações ambientalistas, as principais ameaças à floresta, que ocupa 40 por cento do território português. O Ano Internacional das Florestas tem como objectivo a promoção da conservação das florestas em todo o mundo, tal como a sensibilização da população para o papel que as florestas desempenham no desenvolvimento global sustentável.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Biodiversidade na Floresta

A Biodiversidade da  floresta
A Floresta da Amazónia

Florestas húmidas são um exemplo de biodiversidade do planeta e, normalmente, possuem uma grande biodiversidade de espécies. A maior floresta do mundo é a Floresta da Amazónia como podem ver no mapa seguinte, Floresta Amazónica é a floresta tropical que forma a maior parte da Amazónia. É uma das três grandes  florestas tropicais do mundo

A floresta da Amazónia possui  território no  Brasil e também  na Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela
A maior parte de seus cinco milhões de km², ou 42% do território brasileiro, é composta por uma floresta que nunca se alaga, em uma planície de 130 a 200 metros de altitude, formada por sedimentos do lago Bel terra, que ocupou a bacia Amazónica entre 1,8 milhões e 25 mil anos atrás.
A floresta Amazónica é uma das maiores zonas de biodiversidade do mundo! Mas á alguns anos a atrás começou a ser atacada devido á  madeira o que levou á Desflorestação que podem acompanhar no subtema “Ameaças à Floresta: Abate de árvores, Secas, Incêndios...”




video



video

video

A Floresta na economia de um país

Conhecemos sobretudo o papel económico da floresta, no que concerne à produção de madeira, de cortiça, de resina, de pasta de papel... A floresta produz igualmente um espectro de produtos como o mel, as plantas medicinais, a caça, a pesca, os frutos silvestres, etc. Quando o homem a cultiva, a sua gestão conduz inevitavelmente à produção de outros produtos para além do seu objectivo principal. A rentabilidade leva, por vezes, a valorizar os resíduos de exploração (óleos essenciais, composto...). Mas a floresta presta numerosos serviços ao homem (lazer) e ao ecossistema terrestre (produção de oxigénio, protecção dos solos, etc…).



video

A Floresta e o clima

As florestas têm uma grande influência sobre o clima; atenuam e definem as médias máximas e mínimas, as diferenças entre as temperaturas máximas e mínimas diárias, mensais e nos diferentes períodos do ano; purificam o ar, enriquecem o solo pelo húmus que lhe fornecem, reduzem a velocidade dos ventos e influenciam directamente a humidade relativa ao ar.

A Amazónia e o Clima Mundial
Diversidade das Florestas Tropicais
As florestas e o clima

video
A Floresta e os recursos hídricos

 O que são recursos hídricos?
São águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer tipo de uso de região ou de bacia.
Recursos hídricos subterrâneos -> São os que dizem respeito ao componente menos visível do ciclo da água. Após a precipitação, a água pode voltar de novo á atmosfera, por evaporação, e assim pode escoar superficialmente.
Recursos hídricos superficiais -> Delimitação regional e rede hidrográfica do município, afluências e cheias, utilização actual das águas e perspectivas futuras, qualidade das águas e sua protecção.

video


Vegetação Ripária
A floresta riparia é uma formação vegetal localizada nas margens dos rios, córregos, lagos, represas e nascentes. É também chamada de mata, floresta de galeria ou floresta aluvial. Possui diversas funções ambientais que para serem mantidas exigem a preservação de uma extensão mínima continua. Estas florestas fornecem alimentos e abrigos e representam o habitat de importante parcela de fauna aquática e terrestre sendo, portanto, fundamentais para a manutenção da biodiversidade.
Helena e Diana 9ºB
A Floresta e a saúde humana

Saúde humana tem ligação direta com a saúde das florestas



video

Ameaças à Floresta: Abate de árvores, Secas, Incêndios...


Os incêndios constituem uma gravíssima ameaça à floresta na Região Autónoma da Madeira, que compromete a sustentabilidade económica e social da Região. Estando não só em causa a sustentabilidade da floresta, mas também o conjunto da realidade económica e social, a Região deverá mobilizar todos os meios e realizar todos os esforços para que se efective uma mobilizadora e inovadora resposta regional ante um problema de vital importância para a RAM.
O problema associado ao abate de árvores é o abate desregrado e desenfreado e a ambição pelas áreas ardidas e matéria-prima. Se após o abate de árvores o terreno for abandonado, a reposição do equilíbrio pode demorar décadas, ou mesmo milénios. Se não forem tomadas medidas drásticas, cerca de um sexto das florestas mundiais desaparecerá até 2030.
As árvores são abatidas para construção de habitações, zonas de lazer (por exemplo, estâncias de golfe ou caça grossa) ou estâncias turísticas, muitas vezes sem um projecto de impacte ambiental devidamente formulado.

video

Evolução da Floresta ao longo da História, na Terra.

Nos últimos 5000 anos, os seres humanos foram capazes de reduzir as florestas do planeta a menos de metade da sua área original. Se antes, 50% da superfície da terra e do planeta era ocupada por florestas, hoje essa extensão corresponde a apenas 20%.
Estima-se em 3 870 milhões de hectares a superfície de florestas existente no mundo, e 95 por cento dela correspondem a florestas naturais e 5 por cento ao plantio florestal. O desmantelamento tropical e a degradação de florestas em muitas áreas do mundo afectam negativamente a disponibilidade de bens e serviços florestais. Se nos países desenvolvidos a superfície florestal se estabilizou, e no conjunto experimentou um pequeno aumento, o desmantelamento tem continuado nos países em desenvolvimento.
As causas da degradação das florestas são de índole diversa. Algumas, como a exploração excessiva de produtos florestais, podem ser evitadas ou reduzidas mediante sistemas adequados de planeamento e de gestão, e os efeitos de outras causas, como as catástrofes naturais, podem ser mitigadas mediante planeamento para imprevistos.

Achei a exposição: